GUIA SURF | PAVONES – COSTA RICA


05 Guia Surf - Pavones

 O SURF

Pavones é considerada a segunda esquerda mais extensa do mundo, só ficando atrás de Chicama no Peru. Quem já surfou em Pavones, provavelmente pegou a onda mais longa da vida, chegando a ficar facilmente mais de 1 minuto em cima da prancha. Uma onda que quebra perfeita quando o swell de sul sobe (6 a 10 pés), deixando as ondas mais longas, grandes, com força e pressão, simplesmente sensacionais. Entre 4 a 6 pés é um paraíso de manobra.

A bancada é divida em três sessões, sendo bem difícil emendar todas, mas quando consegue é com certeza a onda da vida. É pouco provável rolar um tubo, mas tem seus momentos. Um cutback mau executado irá comprometer completamente a onda, mas pode ter certeza que outro surfista mais em baixo irá pegá-la. É possível ver até mais de cinco surfistas surfando a mesma onda em diferentes pontos. Quando um não passa o outro já pega, quando esse também não passa a sessão, outro já estará no aguardo. Pavones exige muita velocidade e surf sempre para frente, para quem surfar de backside, a habilidade tem que ser maior ainda.

Pavones 01

Peguei ondas incríveis nesse pico, cada uma com quase um minuto de “pura vida”, com o sentimento a flor da pele e a adrenalina a mil. Após cada onda surfada, voltava com um sorriso largo no rosto, uma alegria gigantesca e um prazer incrível de ter completado uma onda tão mágica. Se chegar ao fim da terceira sessão a volta é sempre caminhado pelas pedras, o que pode ser um pouco doloroso para o pés. Depois é só remar entre as séries para não levar nenhuma onda na cabeça e já está no pico (Dica: esteja em dia com a remada, você vai precisar muito dela).

Pavones quebra em frente a uma saída de rio com pedras e por isso a bancada é uma mistura de areia com pedra, mas a única dificuldade é para entrar e sair do mar, o resto é tranquilo. Da pra surfar em qualquer maré, as pedras não são afiadas e não tem coral.

Pavones é uma onda única e diferenciada que com certeza merece ser visitada por todos os amantes do Surf. Na minha opinião é o melhor pico da Costa Rica, uma onda que irei voltar sempre que possível. Em dias pequenos é possível surfar inclusive uma direitinha mais curta que rola na primeira sessão. Só estou dizendo isso porque eu mesmo surfei.

pavones 02

SOBRE O CROWD
Quando tem swell o crowd aparece de todos os lados. Se a previsão estiver de 8 a 10 pés e o swell de sul, vá para Pavones, e se quiser fugir um pouco do crowd chegue dois dias antes do swell e aproveite para se aclimatar com a onda. A maioria dos surfistas são Americanos e Brasileiros, mas tem vários locais na água também. Tem muita mulher no pico e vários coroas dropando com longboard e stand up. Você vai surfar com uns coroas dos anos 50, mas não pense que vai surfar mais que os caras, eles tem água salgada na veia, muito surf no pé, e remada de adolescente. A maioria californiano que se aposentou, casou com uma nativa e mora na Costa Rica.

MELHOR ÉPOCA

A melhor época para surfar na Costa Rica é entre maio e setembro. Quando o país é bombardeado por constantes ondulações. Pavones costuma dar as caras mais entre Maio e Julho, mas o swell tem que ser de sul para ficar perfeito.

Screen Shot 2014-03-25 at 6.19.47 PM

EQUIPAMENTOS
A agua é quente e faz muito calor, leve lycra e parafina para temperatura tropical. Se gostar de usar boné para surfar leve também, além de Protetor Solar. Sobre as pranchas, hoje é difícil falar qual o melhor quiver. As pranchas evoluíram muito e vai depender do nível de surf que você tem. Uma dica para escolher é lembrar que é uma onda rápida, com diferentes tipos de sessões (gorda, tubular, parede, rápida, lenta). Com o tempo vai aprendendo a ler a onda. Leve repelente, tem bastante mosquito.

LOCALIZAÇÃO
Pavones fica localizada no Pacífico Sul da Costa Rica, mais ou menos 400 km ao sul de San José, capital da Costa Rica. Está na Península de Osa no Golfo Dulce, perto da fronteira com o Panamá.

Screen Shot 2014-03-25 at 6.14.29 PM

Mapa do Golfo Dulce – Pavones fica no ponto destacado

TRANSPORTE

De São Paulo/Rio de Janeiro para San Jose

Não existe voos diretos do Brasil para a Costa Rica. A Avianca tem voos diários saindo de São Paulo com escalas em Bogotá na Colômbia. A Copa também tem voos diários saindo de São Paulo com escala na Cidade do Panamá. A passagem em Julho de 2014 sem desconto, está entorno de R$ 2.500,00 (ida e volta). o tempo de viagem até San José gira entorno de 11 horas, com 3 h de escala.

Avianca – Aceitam pranchas como bagagem despachada. Permite levar duas embalagens por voo, contendo até 02 pranchas dentro de cada embalagem. As pranchas tem que estar acondicionadas na capa. Aceitam pranchas de no máximo 2 metros, não aceitam longboards. Saiba mais no link da empresa (http://bit.ly/1eKWq51)

Copa – Essa é bem espertinha pois cobra por prancha. Eu não recomendo. Ela está na lista das empresas aéreas que não gostam de surfistas. Tem que pagar $75 a $50 por capa com no máximo duas pranchas por passageiro. As pranchas adicionais devem ser despachadas como carga. Todos que viajam com pranchas de surf, tem que fazer uma reserva para as pranchas no momento da compra, ou pelo menos 48 horas antes do voo ligando para a central de reservada. veja mais no link da empresa (http://bit.ly/1hmR0dQ)

obs: tem outras empresas que voam para San José saindo do Brasil, mas fazem conexão nos EUA, só vale apena se você já estiver por lá, ou encontrar alguma promoção para Miami e de lá para San Jose.

De San José para Pavones

Avião
Se for de avião pegue um voo de San José até Golfito, com umas das duas empresas aéreas do país: Sansa e Natural Air. Custa mais ou menos US$115 e leva 1 hora. Depois vá de taxi (US$80), a viagem entre Golfito e Pavones dura em média 2h dependendo das condições da estrada.

Ônibus
Se for de ônibus, o caminho é um pouco mais longo. Pegue o busão no Terminal TRACOPA de San José com destino a Golfito ou Passo Canoas. A passagem custa em média US$15 e dura 5 horas até Golfito, sai as 7am. Recomendo fazer a reserva com pelo menos um dia antes da viagem para garantir o se lugar no bus. No Terminal de Golfito pegue outro ônibus para Paso Canoas (fronteira com o Panamá) onde você pode pegar um taxi por US$60 que dura 1h30. Você pode também pegar um coletivo (taxi compartilhado) por US$2 para Laurel depois outro bus para Conte e outro de Conte para Pavones. Chegando em Pavones peça para o motorista te deixar no Rio Claro de Pavones na parada principal do ônibus a 100 metros do supermercado e antes da ponte. Dai caminhe por uma estrada de barro até o campo de futebol e pergunte sobre a sua pousada. Esse roteiro é mais indicado para os mochileiros ou quem está com o orçamento apertado e com tempo de sobra. Minha dica é ir de ônibus até a fronteira e pegar o taxi para Pavones. Fale com a Jenny da pousada Caza Olas, ela com certeza vai te ajudar muito a chegar em Pavones.

Carro
A melhor opção é ir de carro. Recomendo alugar um 4×4 no aeroporto de San José, dormir em San José e viajar na manhã seguinte. A viagem dura de 7 a 9 horas. Se o voo chegar cedo em San José e você estiver disposto, vale apena viajar no mesmo dia, dormir no meio do caminho e ir para Pavones na manhã seguinte. São 400 km de viagem. Dirija para o sul de San José com destino a Jaco e pegue a rodovia Costanera em direção a Quepos, Dominical até Palmar Norte, onde encontrará a Estrada Panamericana. Dirija para Rio Claro, onde você tem 2 opções:

1. Vire a direita em direção a Golfito e dirija por aproximadamente 12 km pra o El Rodeo Bar, e vire a esquerda em direçao a Conte. Quando chegar em Conte vire a direita no supermercado principal e dirija mais 3km para a junção em V, vire a esquerda e dirija para Pavones.

2. Em Rio Claro continue na Estrada Panamericana e vá em direção a cidade de Paso Canoas (fronteira com Panamá). Quando chegar na fronteira, vire a direita e siga a estrada para La Cuesta-Laurel até Conte. Siga as mesmas instruções a partir dai. Essa viagem deve durar no máximo 3h de Paso Canoas até Pavones, um pouco mais longe do que Golfito, mas sem dúvida a melhor opção. Nós fomos por esse caminho.

VISTOS E DOCUMENTOS
Brasileiros não precisam de visto para a Costa Rica, tudo é realizado na imigração do aeroporto de San José. É necessário somente um passaporte com validade de no mínimo 6 meses e comprovante de vacina para Febre Amarela. Para entrar no país de avião, vai precisar de uma passagem que comprove a sua volta. Não existe nenhuma taxa para entrar na Costa Rica, a não ser que entre de carro pelas fronteiras do Panamá ou Nicarágua.

MOEDA
A moeda oficial é o Cólon, mas Dólar Americano é aceito em todos os lugares e repartições. O valores muitas vezes são taxados em dólar. Não tem caixa eletrônico vá abastecido e com dinheiro. A maioria dos estabelecimentos não aceita cartões de crédito e débito. Se precisar sacar dinheiro vá para Rio Claro, Golfito, Paso Canoas ou Laurel.

GASOLINA
Não tem posto de gasolina, vá com o tanque cheio, complete em Rio Claro, Golfito, Paso Canoas ou Laurel, esse é o mais próximo de Pavones a 1 h de distância. No pior das hipóteses, se precisar abastecer em Pavones, existe a possibilidade de comprar nos dois supermercados do povoado, mas vai pagar de $1 a $2 dolares mais caro do que o preço normal. Cheque sua gasolina diariamente.

ONDE FICAR
Comparada com os outros países da América Central, a Costa Rica é mais cara. As hospedagens variam de US$30 a US$60/casal. Existe opções de albergue e hotéis mais caros. Colocarei dicas de onde se hospedar em um próximo momento.

COMIDAS
Coma Gallo Pinto, Casado (nosso PF, uma delícia), Peixes, Patacones (bananas verdes fritas), Frutas e Sucos.

CUIDADOS
Alguns locais em Pavones e Matapalo. Malária, Aguas vivas, Mosquitos da Dengue. Na maré seca fique de olho nas pedras do fundo, principalmente Matapalo. Evite deixar pertences no carro, seja cuidadoso como em qualquer parte do mundo.

DICAS
Alugue um carro com certeza se quiser rodar a Costa Rica, Pavones não é tão constante como falam, para rolar clássico tem que ter um swell de sul acima de 6 pés. Uma opção para quem quiser muito surfar Pavones e com pouco tempo, é ficar hospedado em Dominical, uma onda mais constante e pesada, um beach break. A maioria das pessoas são gentis e amigável, muitos falam inglês e todos se comunicarão com um caloroso “Pura Vida”, o nosso olá em português. Passo Canoas é um excelente lugar para fazer compras de todos os tipos.

O QUE FAZER ALÉM DE SURFAR
Tomar banho de rio na maré seca ou se preferir descer com boia de caminhão. Ver o por do sol maravilhoso. Assistir a dança das araras todos os dias. Caminhar até outras praias vizinhas. Fazer aulas de Ioga e Tai Chi. Sair para pescar. Massagem. Andar a cavalo para uma cachoeira (US$35/pessoa). Surfar em Matapalo de barco (US$150 – max 6 pessoas). O que mais sua imaginação permitir.

PURA VIDA!!!

 

 

Anúncios

8 Respostas para “GUIA SURF | PAVONES – COSTA RICA

  1. Estou querendo ir a Pavones, existe um Aeroporto no Panamá chamado Enrique Malek International Airport em David. percebi que esta bem mais próximo de PAVONES do que o SAN JOSÈ… Conhece alguém que tenha feito por este Aeroporto?

Deixe aqui o seu comentário sobre nossos quintais...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s