Auckland e Ahipara, Nova Zelândia


Kia Ora (bem vindos na lígua Maori),

Esse blog será escrito pelo Ro, decidimos dividir um pouco as escritas para mostrar nossos diferentes pontos de vista.

Bom! Então vamos que vamos! Em nosso último quintal, estávamos no Tahiti, junto com meu pai, que foi passar uma semana conosco. Por muitos anos ele me falou de Bora Bora e do seu sonho de conhecer este pedaço de paraíso no meio do oceano pacífico. Por fim conseguiu realizar. Foi muito bom ter você com a gente painho. Saudades! Te Amo!

Partimos das belas praias da Polinésia Francesa com destino a mais um Quintal do Mundo, agora na Nova Zelândia, terra dos Maoris, do Rugbi, dos esportes radicais e das paisagens mais alucinantes do mundo. Bem vindo a “New Zealand”, um país formado por duas ilhas (Norte e Sul) que são completamente diferentes uma da outra.

Auckland

Nossa primeira parada foi em Auckland, do aeroporto pegamos uma van direto para o centro da cidade onde ficamos alguns dias na casa do André Canavaro e de sua namorada Bela. Ele é um amigo de Maceió que a quase 5 anos mora em Auckland. Ela é uma meio carioca meio natalense, que já mora a algum tempo também na Nova Zelândia. Depois de alguns anos juntos neste país, os planos agora são outros, pretendem voltar para Maceió e viver na Praia do Francês, o quintal de casa do André e meu também, onde aprendemos a surfar.

Chegando em Auckland

André e Bela

Em nossa chegada fomos recepcionados pela Bela, pois o André estava trabalhando. Ela nos deu as boas vindas com um delicioso strogonoff de carne e um suculento pudim de leite. Acho que estava lendo meus pensamentos, porque eu adoro strogonoff e estava desejando um a muito tempo. Além do mais, pudim é uma das minha sobremesas favoritas. Vale destacar que o André é viciado em pudim e comia um inteiro em apenas um dia. Valeu Bela, estava um delícia!

Ahipaha

Chegamos em Auckland em uma quinta feira na véspera de um feriado, e já estávamos com viagem marcada para o Ahipara, no extremo norte da ilha norte. Fomos com a intensão de surfar, fazer kitesurf e conhecer as belas e isoladas praias do norte. Eu fiquei só nas ondas, ainda não sou adepto do kite, quem sabe um dia. Ahipara ficou conhecida mundialmente depois das belas imagens do filme de surf Endless Summer I. A expectativa de surfar uma das melhores e mais longas ondas do mundo era grande.

Ahipara

Fomos com o André, a Bela e mais um casal de brasileiros, o Dani e a Raquel. Ele é paulista e já mora a 7 anos por la, ela é uma meio brasileira meio kiwi (como são conhecidos os nativos da Nova Zelândia) que mora desde os 11 anos de idade.

Como saímos tarde de Auckland decidimos dormir alguns quilômetros antes de chegar em Ahipara. Paramos em um Rest Area (uma área de descanso para os motoristas) e armamos nosso acampamento. O Dani nos emprestou uma barraca e compramos um colchão de ar para poder dormir bem confortável. Eu já havia acampado algumas vezes, mas seria a primeira vez da Pri. Bom! O primeiro camping da vida dela foi na beira da estrada, no topo de uma montanha, com muito frio e sem nenhuma estrutura. Da para imaginar o sufoco dela. Como diria minha sogrinha: “Tadinha da Pri”. Passamos juntos por essa, parabéns Morena.

Local do camping em um Rest Area

Depois do perrengue do camping na estrada, chegamos no Ahipara Kiwi Holiday Park, um camping muito bem estruturado, com banho quente, cozinha super equipada, churrasqueiras elétricas, sala de televisão, internet, sistema de reciclagem e tudo mais, tudo isso de frente para uma bela mata a pouco minutos do mar. Confesso que foi o melhor camping que já fiquei ate hoje.

Camping

Vista do camping

Passamos o final de semana em Ahipara acampando, surfando e fazendo churrasco, todos os dias fomos em busca das ondas e dos ventos. Dependíamos sempre da maré para poder surfar, porque os picos de onda só tem acesso de carro na maré baixa. As ondas e os ventos apareceram alguns dias, mas não estavam como esperávamos. Eu queria sempre surfar e o André e o Dani queriam fazer kite, nosso fim de semana foi uma batalha entre ondas e ventos. Tivemos um pouco dos dois. Enquanto nós tres estávamos surfando, as meninas ficavam na areia conversando e tomando espumante!

Ahipara

Ahipara

surfistas

Ondas

ondas

Kite

No final acabamos comendo mais churrasco na praia do que surfando e velejando. Pescamos até alguns mussels (um molusco parecido com nossa ostra) e preparamos na hora, bem fresco com sal e azeite. Uma delícia! Para completar ainda subimos uma duna gigantesca para ver o visual de Ahipara de cima. Foi um excelente feriado! Obrigado André, Bela, Dani e Rachel pela companhia.

churras

Mussels

Mussels

Dunas

Auckland – Segunda Parada

Depois de muitas aventuras voltamos para Auckland, onde ficamos mais uma semana para conhecer um pouco da cidade, ir na embaixada da Austrália para pegar o visto e nos preparar para passar um mês viajando de carro, acampando e conhecendo as duas ilhas (Norte e Sul).

Auckland não é a capital do país, mas é a maior cidade com 1,2 milhões de habitantes, dos somente 4,4 milhões que vivem na Nova Zelândia, um país menos populoso que o nosso Rio de Janeiro por exemplo. É uma cidade multicultural com uma considerável comunidade asiática e a maior população polinesia urbana do mundo. Cercada de belas ilhas e imponentes vulcões, com o oceano pacífico de um lado e o mar da Tasmânia do outro, é conhecida também como “cidade das velas” com mais de 135 mil barcos atracados em seu porto. O principal monumento é a Sky Tower, uma construção futurista que se destaca no meio dos belos prédios de arquitetura singular e que pode ser vista de qualquer ponto da cidade.

Sky Tower

Nossos dias em Auckland foram de chuva e nublado, mas alguns dias bem bonitos que aproveitamos para conhecer a pé a cidade. Aproveitamos que nossa amiga Bela estava de lincensa do trabalho e saímos para conhecer alguns pontos turísticos com ela. Bela já é local da cidade e por onde andávamos as pessoas, em sua maioria brasileiro, cumprimentavam ela, uma pessoa muito querida por todos. Foi muito bom passear com você Bela, obrigado pela companhia. Para variar, nossos passeios sempre íamos comer algo, de um delicio sushi até um açaí para matar um pouco da saudade de casa.

Passeando em Auckland com a Bela

Auckland

Tomando Açaí

Sushi

Para completar foi Aniversário da Bela na semana que estávamos lá, comemoramos em sua casa com todos os seus amigos brasileiros e com muita pizza e brigadeiro. Todas as pizzas preparadas individualmente pelo André, que está aprovado como pizzaiolo. Na festa conhecemos várias pessoas interessantes, que nos deram dicas preciosas do país e do que conhecer durante nossos próximos 30 dias. Parabéns Bela e André, adoramos a festa!

Meninas

Meninos

Pizzaiolo

Dani e Raquel – oferecendo uma Pizza

Pri e a aniversáriante Bela

Antes de partimos tive a oportunidade de surfar em Piha junto com o Dani e mais um amigo dele de floripa. Piha é uma praia diferente do que já tinha visto na viagem, é uma baía, com areia escura e cercada de morros. Para entrar no mar você pode ir pela areia, como qualquer outra praia, ou por uma fenda no meio da rocha que já deixa você atrás do pico, só tem que tomar cuidado quando entra onda na fenda para não te jogar nas paredes. Foi uma experiência interessante. Piha tem altas ondas e pegamos muito bom nesse dia, foi aqui que o nosso atual fenômeno do surf, Gabriel Medina, foi campeão mundial júnior. Como estava muito frio a Pri não foi e ficou em casa resolvendo algumas pendências na internet.

Piha

Entrada para o Surf em Piha

Foto aérea de Piha

Ainda em Auckland Eu e a Pri fizemos algumas caminhadas na orla da cidade, que por sinal é muito bonita, comemos mais sushi, tiramos o visto para Austrália (que agora pode ser feito on-line para turistas brasileiros) e ainda participamos do ano novo chinês. Esse último com muita comida e atrações típicas da china.

caminhando na Orla de Auckland

Ano Novo Chinês

Ano Novo Chinês

Para os próximos Quintais da Nova Zelândia decidimos alugar um carro estilo wagon e comprar os equipamentos de camping para percorrer as duas ilhas em busca de ondas e dos famosos visuais de tirar o fôlego. Mas essas historias ficam para o próximo blog…

Nosso carro e casa por um mês

Beijos a todos

Rodrigo e Priscila

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

5 Respostas para “Auckland e Ahipara, Nova Zelândia

Deixe aqui o seu comentário sobre nossos quintais...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s